TJMG celebra acordo com Unimed Juiz de Fora

Por em dezembro 1, 2017

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) de Juiz de Fora celebrou parceria com a Unimed do município e com o Instituto Metodista Granbery, em mais uma iniciativa para contribuir para o fomento da cultura da paz e da resolução adequada de conflitos de interesse. A parceria foi assinada em 14 de novembro, em reunião na sede do plano de saúde, com a presença do presidente da cooperativa, Hugo Borges, do reitor do Granbery, André Araújo de Oliveira, e da juíza coordenadora do Cejusc, Ivone Campos Guilarducci Cerqueira.

A parceria tem como escopo criar oportunidades de diálogo entre a cooperativa e o cliente, ainda na esfera pré-processual, diminuindo o tempo de resolução da demanda e proporcionando a oportunidade de construir uma solução efetiva e possível para o conflito, por meio do acordo entre todos os envolvidos. Nessa fase, as sessões de conciliação e mediação serão promovidas pelo Juizado Pré-Processual da Faculdade de Direito do Instituto Granbery, que é conveniado ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

Judicialização da saúde

Pelo estabelecido na parceria, no Cejusc serão realizadas pautas concentradas dos processos já judicializados, de maneira a ampliar os canais de comunicação e negociação dos envolvidos, promovendo a diminuição do número de ações que já tramitam na Justiça. “Temos certeza de que, com esses convênios, estaremos minimizando em muito as demandas que chegam à esfera judicial e colaborando para combater a judicialização da saúde, um dos grandes problemas do setor no Brasil”, avalia o presidente da Unimed de Juiz de Fora.

Para o reitor do Granbery, “a associação à Unimed Juiz de Fora, em um projeto grandioso, com vistas à redução de litígios, dá a oportunidade ao nosso aluno de vivenciar a prática profissional”. Sessenta alunos participarão do projeto por semestre. As audiências de conciliação pré-processuais somente serão propostas depois de se esgotarem as alternativas que a Unimed Juiz de Fora já oferece para a solução de conflitos.

“Com essa parceria, teremos soluções mais rápidas e eficientes. Quando as partes têm a oportunidade de dialogar, a tendência é solucionar os casos com a satisfação de todos, evitando a judicialização”, destacou a juíza coordenadora do Cejusc da comarca, elogiando a iniciativa.

*Informações do TJMG

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *