Senador pede à presidente que edite MP liberando o uso da fosfoetanolamina

Por em dezembro 8, 2015

O senador Ivo Cassol (PP-RO) pediu a liberação de substâncias experimentais para tratamento de câncer em pacientes em estado avançado da doença. Ele citou estudos da Universidade de São Paulo (USP) em São Carlos, com a substância fosfoetanolamina que teriam mostrado eficácia no tratamento de diversos tipos de câncer.

– Esse medicamento já está sendo utilizado em humanos. Nós temos resultados positivos, é de arrepiar o depoimento das pessoas. É um depoimento que prova que esse medicamento dá certo. Portanto, presidente Dilma, urgentemente edite uma medida provisória liberando esse medicamento para os pacientes de câncer em estado avançado – apelou o senador.

Para Cassol, as pesquisas sobre o uso da fosfoetanolamina não avançam por causa de excesso de burocracia. Ele disse que conversou com o ministro da Ciencia e Tecnologia, Celso Pansera, e conseguiu a garantia de mais laboratórios para estudos da substância.

O senador criticou médicos oncologistas que são contrários à liberação imediata dos remédios, classificando-os como “ladrões” e “desonestos” que “só pensam em dinheiro”. Ele também questionou a postura da USP, que, segundo informou, tem impedido o desenvolvimento mais amplo dos medicamentos com liminares judiciais que restringem as pesquisas à universidade.

*Informações da Agência Senado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *