Senador acusa planos de saúde de usarem expedientes espúrios

Por em fevereiro 26, 2015

O senador Reguffe (PDT-DF) acusou os planos de saúde de utilizarem um expediente espúrio, vendendo apenas planos coletivos e não individuais. Ele acrescentou que, se o usuário do plano de saúde apresentar alguma doença grave após um ano o seu contrato não será renovado.

Reguffe também reclamou da Agência Nacional de Saúde Suplementar que, segundo disse, não atua para defender os interesses dos consumidores de planos de saúde:

— Os planos fazem o que querem. Vendem planos empresariais de cinco, seis vidas como planos coletivos, sem nenhuma garantia para o consumidor, e quando o consumidor tem uma doença grave, simplesmente não renovam esse plano ao final do ano. Há uma omissão total e completa por parte da ANS. Aliás, eu queria saber a quem serve a ANS, porque ao consumidor e ao cidadão brasileiro é que não é — protestou o senador.

(Informações da Agência Senado)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *