Senado adia CPI para apurar erros médicos

Por em abril 24, 2013

Foi adiada a instalação da CPI da Violação do Direito à Saúde, prevista para ontem. Criada em fevereiro, a comissão vai apurar erros de dirigentes, médicos e demais profissionais de hospitais públicos e privados que resultaram em lesões físicas ou causaram a morte de pacientes. Ainda não foi definida nova data para a sessão de instalação e eleição de presidente.

O requerimento para a criação da comissão, de Magno Malta (PR-ES), recebeu mais 30 assinaturas de senadores.

No documento, foi estabelecido o prazo de 120 dias para os trabalhos da comissão e o limite de despesa foi fixado em R$ 150 mil.

(Informações do Jornal do Senado)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *