Hospitais discutem monitoramento e gestão do risco

Por em junho 8, 2015

Aprimorar e contribuir para a sustentabilidade das ações de gestão de risco no Sistema Nacional de Vigilância Sanitária e ampliar o debate sobre o monitoramento do risco sanitário são os objetivos do 15° Encontro Nacional da Rede Sentinela – Fórum Internacional de Monitoramento e Gestão do Risco Sanitário.

O evento começa nesta terça-feira (9/6) com coordenação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, em parceria com a Organização Panamericana da Saúde (OPAS).

Serão discutidas estratégias de monitoramento e gestão de risco sanitário no Brasil e em outros países. Os participantes debaterão o papel da Rede Sentinela para a Vigilância Sanitária na tomada de decisão proativa frente ao risco sanitário. Eles pretendem, ainda, aprofundar as possibilidades de cooperação entre Brasil e outros países no tema da gestão de risco do uso de produtos sujeitos à vigilância sanitária.

Durante os três dias do Fórum (9 a 11/6) estarão reunidos os gerentes de risco das 193 instituições de saúde e hospitais componentes da Rede Sentinela,  representantes das vigilâncias sanitárias estaduais e da Anvisa. São cerca de 300 participantes de todo Brasil,gestores de órgãos governamentais e convidados internacionais.

“A experiência brasileira com a estratégia da Rede Sentinela vem ganhando notoriedade no cenário de práticas exitosas para vigilância de eventos adversos e gestão de riscos, tanto em âmbito nacional quanto internacional, despertando, por exemplo, o interesse de países africanos de língua portuguesa, bem como de países da América Latina, para atividades de intercâmbio de conhecimentos e de cooperação” ressalta Patricia Fernanda Toledo Barbosa,Gerente-Geral de Monitoramento de Produtos Sujeitos à Vigilância Sanitária.

O evento contará com a participação de representantes da NHS (Sistema de Saúde Nacional do Reino Unido), da INVIMA (Instituto Nacional de Vigilância de Medicamentos e Alimentos da Colômbia) e da ARFA (Agência de Regulação e Supervisão de Produtos Farmacêuticos e Alimentares de Cabo Verde), para trocas de experiências em monitoramento e gerenciamento de risco.

Rede Sentinela – A Rede Sentinela é uma rede de parceiros que, desde 2002, subsidia o Sistema Nacional de Vigilância Sanitária com a notificação de eventos adversos e queixas técnicas ligadas ao uso de produtos para a saúde, medicamentos, sangue e hemoderivados.

A rede conta hoje com 193 hospitais que atuam sistematicamente no monitoramento e notificação de eventos adversos. São hospitais que cumprem todos os requisitos de excelência na realização de relatos de problemas para a Anvisa. Esta é uma medida fundamental para que problemas técnicos e erros de procedimentos possam ser identificados e corrigidos no dia a dia dos hospitais.

(Informações da Anvisa)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *