Presidente do CFM defende debate ético nas eleições dos Conselhos

Por em julho 18, 2014
Durante reunião com os presidentes de Conselhos Regionais de Medicina (CRMs), realizada nesta sexta-feira (18), em Santa Catarina, o presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Roberto Luiz d’Avila, alertou para a importância da postura ética de todos os candidatos no processo eleitoral para escolha dos futuros representantes dos Estados na entidade nacional.
De acordo com ele, há vários relatos de chapas que fazem acusações infundadas contra lideranças e o CFM, o que tem sido rechaçado. “Tomaremos todas as medidas judiciais cabíveis para coibir estas atitudades irresponsáveis, que em nada contribuem para o fortalecimento do movimento médico”, disse. Para o presidente, disputas devem ser feitas com base em propostas e não em ataques pessoais ou ideológicos.
Na oportunidade, Roberto d’Avila comunicou que esclarecerá junto aos médicos brasileiros o posicionamento da entidade em recentes episódios envolvendo o Governo. Um vídeo já foi gravado e se encontra disponível na plataforma do CFM, no Youtube. “É preciso proteger nosso sistema e garantir o fortalecimento de nossa categoria para futuros embates. Divisões apenas fortalecem os opositores da boa prática médica e aqueles que não querem uma saúde pública de qualidade”, acrescentou.
Além deste debate relacionado ao processo eleitoral interno, os participantes da reunão entre a diretoria do CFM e os presidentes de CRMs discutiram questões de caráter administrativos e encaminhamentos para temas relacionados a esfera judicante. Estes encontros que se realizam mensalmente são uma oportunidade para fazer o intercâmbio de experiências e assegurar avanços coletivos para as entidades.
Inauguração – A reunião desta semana também foi marcada por um fato importante para o Conselho Regional de Medicina de Santa Catarina (Cremesc). Nesta sexta-feira (18), a entidade recebe sua nova sede administrativa, na SC-401, em frente à ACM, em Florianópolis. “Essa é a concretização de um longo e almejado sonho de tantas pessoas que têm vínculo com esta casa e de todos nós que optamos em acompanha-la há tanto tempo”, afirma o presidente do Cremesc, Tanaro Pereira Bez.Atualmente, o Cremesc ocupa três andares de um edifício no Centro de Florianópolis, onde continuará atendendo até que toda a mudança seja feita para o novo prédio. A decisão de mudar gradativamente foi tomada para que os serviços do Conselho não sejam prejudicados, já que a entidade abriga a documentação dos mais de 20 mil médicos registrados em Santa Catarina e tem expressivo número de sindicâncias e processos em andamento.

O projeto da nova sede do Cremesc teve início em 2000, quando o corpo de conselheiros do CRM aprovou em plenário a aquisição de uma sede que comportasse o trabalho do órgão por, pelo menos, mais 20 anos. A escolha pelo local se deu depois que a ACM ofereceu a venda de parte de seu terreno para a construção. (Informações do CFM)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *