PL obriga SUS a pagar implante de válvula aórtica por meio de catéter

Por em maio 19, 2016

O senador Acir Gurgacz (PDT-RO)  comemorou a aprovação de um projeto dele que obriga o Sistema Único de Saúde a  pagar implante de válvula aórtica por meio de catéter para idosos que sofrem de estenose aórtica degenerativa (PLS 688/2015).

Ele explicou que muitos idosos sofrem dessa doença que estreita o canal da válvula aorta, prejudicando o bombeamento do sangue que circula no coração. O implante é uma espécie de pequena mola que corrige esse problema.

Segundo Acir Gurgacz, hoje o SUS faz esse tipo de implante apenas por cirurgia tradicional, em que o peito do doente é aberto para colocar a mola necessária à válvula aórtica. Esse tipo de cirurgia, de acordo com Gurgacz, causa um trauma enorme ao doente, gera alto risco de morte e reduz a qualidade de vida do paciente, o que já não ocorre quando o implante é feito por meio do cateterismo.

— Portanto, este projeto traz uma esperança de vida para os pacientes que não podem enfrentar uma cirurgia de peito aberto por conta de sua idade e que também não possuem as condições financeiras para arcar com os custos deste tratamento. Isto significa que o SUS  precisa fazer o pagamento e dar esta condição para esses pacientes.

*Informações da Agência Senado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *