SP: Polícia Federal combate fraudes no registro de ponto de médicos

Por em junho 23, 2015

A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje (23/6) a Operação Ponto Final, para investigar grupo de peritos médicos lotados na Agência Executiva do INSS em Araraquara/SP. A investigação, que contou com o apoio da Força Tarefa Previdenciária, apontou que quatro peritos médicos não cumpriam a carga horária de trabalho, sendo que atendiam em suas clínicas particulares e em hospitais de Araraquara no horário em que deveriam estar exercendo suas atividades na Gerência Executiva do INSS em Araraquara/SP.

Estão sendo cumpridos seis mandados de busca e apreensão e quatro mandados de condução coercitiva, na Gerência Executiva do INSS, em consultórios e em hospitais, todos no município de Araraquara/SP.

Os médicos, cujos vencimentos variam de R$ 14 mil a R$ 21 mil mensais, associaram-se num esquema de fraude ao controle de ponto, realizado com uso de senha pessoal, no qual, a cada dia da semana, um dos médicos, em posse das senhas dos colegas, registrava o seu ponto e também de outros médicos que trabalhavam no local.

A pedido da PF, a Justiça Federal afastou temporariamente os investigados do serviço público. Eles também estão proibidos provisoriamente de entrar no edifício da Gerência Executiva do INSS em Araraquara.

Os envolvidos serão indiciados pelos crimes de falsidade ideológica, estelionato, abandono de função pública, prevaricação e associação criminosa.

*Informações da Delegacia de Polícia Federal em Araraquara/SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *