AMB: Pesquisa avalia impacto da pandemia na vida dos médicos

Por em outubro 9, 2020

A Associação Médica Brasileira (AMB) e a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) se uniram para realizar a pesquisa PSYQUALY-COVID, um estudo que vai avaliar o impacto da pandemia no dia a dia dos médicos.  O resultado da pesquisa vai nortear as ações das entidades médicas em prol dos médicos. 

objetivo da PSYQUALY-COVID, direcionada exclusivamente para os médicos, é avaliar o psicotrauma, a resiliência e a qualidade de vida dos médicos brasileiros durante a pandemia de COVID-19, tendo como justificativa a necessidade de se conhecer os reflexos desse contexto na saúde desses profissionais.   

Marcus Bolívar Malachias, coordenador da pesquisa e professor da Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais, pontua que são muitas as condições que podem afetar a qualidade de vida e o equilíbrio emocional desses profissionais. “Como a possibilidade de dano moral, a preocupação com a responsabilidade legal, o temor de exposição de membros da família vulneráveis à infecção, e até as transferências de locais de trabalho para atuar em ambientes não habituais. Todos esses pontos são avaliados no estudo”, aponta o cardiologista.  

“O estudo está sendo enviado para os médicos de todas as especialidades e de todo o BrasilContamos com a participação de todos, independente se estejam envolvidos diretamente ou não no atendimento dos pacientes com COVID-19”, explica Lincoln Ferreira, presidente da AMB.   

Segundo Marcelo Queiroga, presidente da SBC, “embora já existam algumas pesquisas sendo realizadas sobre o tema, a PSYQUALY-COVID foi estruturada com todo o rigor científico, utilizando questionários estruturados e validados para fazer o mais amplo diagnóstico do impacto psicossocial da pandemia sobre os médicos do país.” 

Os resultados da pesquisa deverão ser publicados no fim desse ano. Acesse a pesquisa no link https://cardiol.typeform.com/to/g74z9E8k 

*Informações da AMB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *