Parecer trata do uso de SuperBonder em cirurgias

Por em junho 7, 2018

Para fins de regulação brasileira, a cola SuperBonder não tem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que possa permitir seu uso em procedimentos médicos.

No entanto, em situações excepcionais caracterizadas como urgência/emergência,com ameaça à vida do paciente ou de perda de função de órgão ou sistema, e em que comprovadamente não estejam disponíveis as colas registradas na Anvisa,a cola SuperBonder, mesmo sem registro,poderá ser usada a critério médico.

A orientação consta no Parecer número 8/208 publicado pelo Conselho Federal de Medicina.

Leia o documento na íntegra, clicando aqui.

*Informações do CFM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *