CFM: tireoidectomia robótica deve ser considerada como procedimento experimental

Por em Janeiro 11, 2018

A tireoidectomia robótica deve ser considerada experimental, devendo ser realizada em protocolos de pesquisa de acordo com as normas do Sistema CEP/Conep. É o que determina o Parecer número 41/2017, publicado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

De acordo com o Conselho, não há resoluções ou pareceres específicos relacionados à tecnologia robótica. Por isso, a tireoidectomia robótica ainda não tem aceitação uniforme entre as sociedades científicas especializadas e não constam das diretrizes correntes dessas instituições. Há, ainda, necessidade de estudos com métodos científicos adequados de longo curso para que haja uma definição da segurança do procedimento e de sua indicação precisa.

De acordo com o Parecer ,a tireoidectomia robótica deve ser considerada experimental em nosso país, devendo apenas ser realizada em ambiente de pesquisa com protocolo aprovado conforme determina o sistema CEP/Conep.

Leia o Parecer na íntegra, clicando aqui.

*Informações do CFM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *