MPF/RS: decisões da Comissão de Controle de Infecção devem ser observadas por direção de hospital

Por em setembro 10, 2015

O Ministério Público Federal recomendou ao Grupo Hospital Conceição (GHC) algumas medidas para garantir a prevenção e o controle de infecção hospitalar. A orientação é para que o hospital assegure a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) o exercício das suas funções, dando apoio político para a implementação das medidas por ela padronizadas e zelando pelas reuniões mensais.

As decisões da CCIH relacionadas a prevenção de infecção hospitalar devem ser adotadas, como por exemplo a substituição do álcool genérico utilizado por álcool de qualidade considerada adequada segundo as especificações da comissão, a proibição da utilização de ventiladores por pacientes nas dependências do hospital, visto que facilita a propagação de poeira e micro-organismos, e providências para evitar a falta de insumos para a higienização.

Visando à melhoria dos serviços públicos e de relevância pública, a recomendação foi expedida pela procuradora da República Suzete Bragagnolo para a diretora-superintendente do Grupo Hospital Conceição, Sandra Maria Sales Fagundes, baseada em informações prestadas por meio de reuniões realizadas no MPF, bem como por depoimentos de funcionários do Hospital Nossa Senhora da Conceição.

*Informações da Procuradoria da República no Rio Grande do Sul

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *