Humberto Costa quer suspender decisão do governo sobre orçamento do Mais Médicos

Por em abril 7, 2017

O senador Humberto Costa (PT-PE) informou ontem (6) em Plenário que apresentará um projeto de decreto legislativo para sustar os efeitos da decisão do governo de transformar os investimentos do programa Mais Médicos de obrigatórios para discricionários.

Ele disse que a proposta está sendo elaborada com conjunto com o senador Paulo Rocha (PT-PA). Segundo Costa, a intenção do Ministério da Saúde é fulminar o programa, que já vem sendo sucateado com o corte de verbas e com o atraso do pagamentos dos profissionais.

Humberto Costa também afirmou que mais de 400 unidades do programa Farmácia Popular, do governo federal, foram fechadas, num desmonte acelerado de uma iniciativa que atende mais de 10 milhões de cidadãos. Segundo o senador, o Sistema Único de Saúde também está sofrendo ataques.

— O ministro [Ricardo Barros] tem agido deliberadamente para reduzir a rede e os procedimentos oferecidos pelo SUS para obrigar a população a migrar para os planos de saúde populares. Acontece que esses planos são um engodo, uma mentira — reclamou.

*Informações da Agência Senado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *