Fenam e AMB criam Frente Nacional em Defesa do Médico e da Medicina

Por em maio 26, 2015

Durante reunião realizada nesta segunda-feira (25), em Natal (RN), o presidente da Federação Nacional dos Médicos (FENAM), Geraldo Ferreira, e o presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), Florentino Cardoso, iniciaram os protocolos para criação da Frente Nacional em Defesa do Médico e da Medicina. O objetivo é fortalecer e unir as instituições em defesa do médico e da medicina, e impedir que entidades sejam aparelhadas para se tornarem objeto do governo e dos partidos políticos, ação que ameaça contaminar a independência das instituições médicas.

A Frente em Defesa do Médico e da Medicina será coordenada pela FENAM e pela AMB, que terá um escritório político em Brasília e em São Paulo, na sede da FENAM da AMB, respectivamente. A criação da frente tomou impulso após as tentativas de divisão de entidades médicas que vem sendo patrocinadas por partidos e grupos políticos, que aparelharam aos sindicatos e outras instituições voltados aos interesses do governo.

No próximo dia 16 de junho, às 19h, ocorrerá em São Paulo o lançamento oficial da Frente Nacional em Defesa do Médico e da Medicina. O intuito dos coordenadores da iniciativa é congregar as entidades e grupos médicos que comunguem com o pensamento de “ unir e defender a categoria médica e a medicina, combater o aparelhamento das entidades por partidos ou pelo governo, combater o peleguismo, guardar a independência das instituições, defender e fortalecer a democracia, colocar-se intransigentemente nas lutas em defesa da dignidade, da remuneração e das condições de trabalho da categoria”, afirmou o presidente da FENAM, Geraldo Ferreira.

(Informações da Fenam)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *