Estado deve usar verba de publicidade na compra de remédio de alto custo

Por em novembro 21, 2016

Uma jovem, de São Paulo, tem uma doença rara no sangue e a única substância capaz de prolongar a vida dela é importada e custa, por ano, cerca de 1 milhão de reais. Sem condições de comprar o remédio, a saída foi pedir na Justiça que o governo fornecesse a medicação. O pedido foi aceito pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região. Mas, desta vez, parte do valor a ser utilizado deve sair do orçamento de publicidade do Governo.

*Informações do Programa Via Legal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *