Drauzio Varella apoia a obrigatoriedade do exame para recém-formados em medicina

Por em Janeiro 8, 2018

A coluna de Drauzio Varella publicada no último sábado (06/01), na Folha de S. Paulo, abordou as más condições do ensino médico no país e a importância de zelar pela boa formação profissional. No texto, o médico ressalta o problema da abertura desenfreada de escolas médicas no Brasil, destacando que mais da metade dos alunos recém-formados em Medicina do Estado de São Paulo foram reprovados no exame do Cremesp, nos últimos anos, mostrando, assim, que não estão preparados para exercer as suas atividades.

Diante disso, Drauzio Varella, que recentemente participou de uma reunião com o presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), Lavínio Nilton Camarim, e com o diretor de Comunicação, Antonio Pereira Filho, mostrou apoio à aprovação da lei que tornaria obrigatória a realização do exame de proficiência para alunos recém-formados nos cursos de Medicina, uma vez que ajudaria a corrigir falhas na formação destes profissionais e a melhorar a qualidade do ensino médico.

Confira a coluna completa neste link

Saiba mais informações sobre a visita de Drauzio Varella ao Cremesp clicando aqui

*Informações do Cremesp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *