Cremesp e sociedades de Cirurgia Plástica discutem Ato Médico

Por em Março 12, 2018

O presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), Lavínio Nilton Camarim, reuniu-se com membros da Sociedades Brasileira e Paulista de Cirurgia Plástica e diretoria do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul, na última sexta-feira (09/03).

Durante o encontro, foram destacados os desafios que a categoria enfrenta e também a importância do Ato Médico. “Como regulador, fiscalizador e defensor do Ato Médico, o Cremesp está atento ao que fere a profissão médica. Não podemos permitir que profissionais não capacitados exerçam a função de um médico, colocando em risco a vida de pessoas”, defendeu Camarim. “Nossa Casa tem um ponto muito forte, que é o de não se omitir. E além do Ato Médico, trabalhamos com outros importantes princípios, visando aproximar o Conselho junto à Classe Médica e estreitando a relação entre as instituições”, enfatizou.

Membros da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica que participaram do encontro salientaram a importância e representatividade do Cremesp, além de apontarem os principais obstáculos da especialidade médica. “O Cremesp é solícito e nos apoia nas demandas. Com a força que este Conselho possui, queremos nos unir ainda mais e cobrar um posicionamento firme dos órgãos competentes”, disse Níveo Steffen, presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. O mesmo ponto foi abordado pelo presidente da Regional São Paulo da Sociedade, Elvio Bueno. “Com a integração entre as instituições, conseguimos encontrar soluções para trilharmos o caminho certo e levantar a bandeira do Ato Médico”, destacou.

O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul (Cremers) também mostrou apoio ao tratar os assuntos apontados. “Vamos juntar forças e somar esforços para trabalharmos em prol da boa Medicina e da população”, concluiu Fernando Weber, presidente do Cremers. Também participaram da reunião, o secretário-geral da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Dênis Valter Calazans Loma; o advogado da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Carlos Michaelis Jr.; Nívio Lemos Moreira Júnior, conselheiro do Cremesp; e Ricardo Oliva Willhelm, da Câmara Técnica de Cirurgia Plástica do Cremers.

*Informações do Cremesp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *