Cremesp apoia aprovação de PL que agrava pena de agressões contra profissionais da saúde

Por em Janeiro 11, 2018

Nesta quarta-feira (10/01), o presidente do Cremesp, Lavínio Nilton Camarim, recebeu a visita do presidente da Associação de Médicos Maçons (Amem), Alfredo Roberto Netto, acompanhado do delegado do Cremesp, Jarbas Simas, também membro da Amem. O primeiro encontro do ano das instituições teve como principal ponto a parceria selada, em setembro de 2017, de apoio ao Projeto de Lei (PL) do deputado federal Antonio Goulart dos Reis, que agrava a pena para agressores de profissionais da saúde no exercício de sua função.

“Este é um assunto muito relevante para o Cremesp, pois os médicos e outros profissionais da saúde, como os enfermeiros, principalmente, os que trabalham na linha de frente dos atendimentos de emergência, ficam expostos a todo tipo de agressões, pois lidam com situações extremas”, explica Camarim. “Agravar a pena para agressões contra os profissionais é uma forma de protegê-los e até evitar a violência, que pode ser física ou mesmo verbal. Consolidar uma agenda de trabalho para agilizar o andamento do PL é nossa intenção”, conclui.

Em  novembro passado, o Cremesp e a Amem estiveram em Brasília reunidos com diversos deputados federais para manifestar apoio das entidades ao PL, que está atualmente em tramitação final na Câmara dos Deputados e pede a alteração do Decreto-Lei nº 2.848 de 1940, aumentando a pena para 1/3 em caso de lesões corporais, que visa à proteção do médico e outros profissionais da saúde contra diversas formas de violência, caracterizadas por ameaças, agressões verbais e físicas e, até mesmo, homicídios.

*Informações do Cremesp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *