Conselhos realizam campanhas para combater violência contra profissionais de saúde

Por em agosto 18, 2015

O grande número de casos de agressão aos médicos e enfermeiros tem sido destaque na imprensa. Atentos à questão, o Conselho Regional de Medicina (CREMESP) e o Conselho Regional de Enfermagem (COREN-SP) estão realizando campanhas tentando encontrar soluções para o problema.

O Cremesp lançou a campanha Violência contra médicos. Em seu site, o Conselho dedica um espaço para que o profissional relate casos de agressão, garantindo sigilo de informações. Além de divulgar a campanha no Jornal do Cremesp e Revista Ser Médico.

O Coren-SP adotou o Projeto Obrigado, para conscientizar a população e demonstrar a importância dos profissionais de enfermagem. Fabíola de Campos Braga Mattozinho, presidente da entidade, afirma que “inicialmente o COREN-SP fez uma pesquisa, procurando entender quais eram as prioridades de auxiliares, técnicos e enfermeiros em seu ambiente de trabalho. Descobrimos também que muitos deles gostariam apenas de receber um agradecimento após cuidar dos pacientes. Queriam ser reconhecidos por suas tarefas e mostrar o quanto elas são importantes”, diz.

Uma pesquisa feita pelo Instituto Fiocruz relata que 70% dos enfermeiros se sentem inseguros no ambiente de trabalho, por isso a campanha também visa colocar a população ao lado dos profissionais de saúde.

Ela ainda informa que muitos profissionais elogiaram o Coren-SP, relatando que a rotina deles no trabalho mudou. Uma quantidade significativa de pessoas agradeceu por serviços prestados, fazendo com que se sentissem mais importantes e valorizados.

A campanha foi divulgada em redes sociais, como Facebook, Twitter, Instagram e Youtube e também naEnfermagem Revista, no site projetoobrigado.org.br . Houve ainda publicidade no metrô com painéis promovendo.

Para participar da ação, qualquer pessoa pode enviar um vídeo ou uma pequena mensagem através de mídias sociais.

*Informações do Cremesp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *