Comissões de Controle de Infecção Hospitalar devem fazer recadastramento

Por em Março 10, 2019

Está aberto o processo de recadastramento das Comissões de Controle de Infecção Hospitalar (CCIHs) dos serviços de saúde públicos, privados, civis e militares de todo o país. Este ano, a Anvisa aproveitará o recadastramento para realizar uma avaliação nacional da implementação dos Programas de Prevenção e Controle de Infecção (PCIs) dos serviços de saúde brasileiros, utilizando uma ferramenta disponibilizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Tal ferramenta é utilizada por hospitais de todo o mundo e tem o objetivo de avaliar a estrutura para o desenvolvimento das ações para a prevenção e o controle das infecções relacionadas à assistência à saúde (Iras) e da resistência microbiana nos serviços de saúde. É importante destacar que essa avaliação não se destina à comparação entre as instituições, já que os serviços de saúde apresentam porte, foco clínico e cenário socioeconômico diferentes.

Como cadastrar?

O recadastramento deve ser preenchido por profissionais de saúde ou pelas equipes responsáveis pela organização e implementação das atividades do PCI no serviço de saúde, preferencialmente integrantes da CCIH. O formulário eletrônico para realização do procedimento está disponível aqui.

O formulário de recadastramento está estruturado conforme as recomendações das diretrizes da OMS sobre os componentes essenciais para os programas de prevenção e controle de infecção. Além disso, avalia o serviço de saúde em quatro níveis de promoção e práticas do PCI:

  1. Inadequado (pontuação total de 0 a 200): a implementação dos componentes principais do PCI é deficiente. É necessária uma melhoria significativa.
  2. Básico (pontuação total de 201 a 400): alguns aspectos dos componentes principais do PCI estão estabelecidos, mas não estão suficientemente implementados. Melhorias adicionais são necessárias.
  3. Intermediário (pontuação total de 401 a 600): a maioria dos aspectos dos componentes principais do PCI estão adequadamente implementados. O estabelecimento deve continuar a melhorar o escopo e a qualidade da implementação e se concentrar no desenvolvimento de planos de longo prazo para manter e promover ainda mais as atuais atividades do PCI.
  4. Avançado (pontuação total de 601 a 800): os componentes principais do PCI estão totalmente implementados, de acordo com as recomendações da OMS, e apropriados às necessidades da instalação.

Os resultados obtidos pela instituição podem ser utilizados para desenvolver um plano de ação, fortalecendo medidas existentes e motivando o serviço de saúde a intensificar os esforços, quando necessário.

Dados

A Anvisa informa que os dados obtidos em razão do recadastramento serão analisados de forma consolidada pela Agência e pelas Coordenações Estaduais/Distrital de Controle de Infecção Hospitalar (CECIHs). A instituição mantém o compromisso de que nunca serão publicadas individualmente informações como dados pessoais dos hospitais ou dos colaboradores que os preencheram.

Histórico

Desde 2010, a Anvisa disponibiliza um formulário para o cadastro de CCIHs de todo o país. Esse cadastro foi importante para que a Agência pudesse traçar um perfil mais fidedigno da organização das CCIHs do Brasil e para que fosse possível a consolidação de uma rede de comunicação entre os controladores de infecção brasileiros.

(Informações da Anvisa)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *