Seguridade realiza audiência para discutir anemia falciforme

Por em outubro 28, 2014
A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados discute nesta quinta-feira (30) questões ligadas à anemia falciforme.

A anemia falciforme é uma doença hereditária, ou seja, passa dos pais para os filhos. A principal característica é a alteração dos glóbulos vermelhos do sangue, tornando-os parecidos com uma foice – daí o nome falciforme.

A doença atinge principalmente a população negra. Os sintomas vão desde a anemia até o comprometimento da circulação do sangue, além de dores. Como os portadores estão mais sujeitos a infecções, se não receberem tratamento adequado, podem até morrer.

O debate foi solicitado pelos deputados Eleuses Paiva (PSD-SP) e Dr. Jorge Silva (Pros-ES). Para Eleuses Paiva, é necessário buscar medidas que contribuam para o diagnóstico precoce e para melhorar a qualidade de vida dos portadores de anemia falciforme.

Foram convidados:
– representante do Ministério da Saúde;
– a representante da Federação Nacional das Associações de Pessoas com Doenças Falciformes (Fenafal), Maria Zenó Soares da Silva; e
– o presidente do Centro Infantil Boldrini de Campinas, Silvia Brandalise.

O debate será realizado às 9h30, no plenário 7. (Informações da Agência Câmara)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *