Chioro reafirma residência obrigatória em saúde da família para formandos

Por em março 19, 2014

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, prometeu, há pouco, 12,4 mil novas vagas de residência médica até 2018, o que poderá garantir o acesso universal à formação. Ainda de acordo com o ministro, o programa Mais Médicos ajuda em muito os médicos brasileiros a conhecerem a realidade da população. Para isso, ele quer que todos os formandos em medicina sejam obrigados a fazer um ano de residência em medicina da família antes de poder optar entre as demais áreas de especialização médica.

O ministro também defendeu o êxito desde já do programa Mais Médicos. Segundo ele, o Brasil tem um problema crônico de oferta de serviços de saúde e também de formação de novos profissionais e, segundo ele, o Mais Médicos poderá solucionar as duas questões.

Chioro negou ainda que a atividade médica possa ser impossibilitada pela falta de estrutura de atendimento, sobretudo no interior do País. Ele afirmou que serão realizados grandes investimentos em postos de saúde e equipamentos ao longo dos próximos anos.

O ministro participa de audiência da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle para falar sobre o regime de contratação dos médicos cubanos pelo governo brasileiro no programa Mais Médicos.

O convite para o comparecimento do ministro foi feito na semana passada a pedido do líder do DEM, deputado Mendonça Filho (PE). (Informações da Agência Câmara)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *