CFM vai debater desafios do atendimento pediátrico no país

Por em outubro 17, 2016

O Conselho Federal de Medicina (CFM) promoverá no dia 22 de novembro, em Brasília, o II Fórum de Pediatria da entidade, que vai debater a realidade da área no Brasil. “Será uma oportunidade de reunir pediatras de todo o Brasil para discutir questões que são tão caras para a nossa especialidade, como a residência pediátrica em três anos, o atendimento a adolescentes, a valorização do profissional e o nosso papel no combate à sífilis congênita”, avalia o 2º secretário do CFM e secretário geral da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), Sidnei Ferreira.

As inscrições para o Fórum são gratuitas e já podem ser feitas aqui.

A primeira atividade do Fórum será uma conferência da presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), Luciana Silva, que falará sobre a valorização do pediatra e da pediatria. Em seguida, será realizada a mesa redonda “Residência pediátrica em três anos”, que vai debater os temas financiamento, currículo e preceptoria. Os palestrantes serão o 2º Secretário da SBP, Paulo de Jesus H. Nader; a professora da Universidade Federal do Espírito Santo Rosana Alves e o professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro Sílvio da Rocha Carvalho.

No horário da tarde, a mesa redonda “A presença do pediatra na atenção primária”, vai debater os seguintes temas puericultura, atendimento ao adolescente e prevenção das doenças do adulto na infância, tendo como palestrantes a professora da Universidade Federal do Pará Mariane Cordeiro Alves Franco, a professora da Universidade Federal do Mato Grosso Alda Elizabeth Bohler Azevedo e a professora da Universidade Federal do Triângulo Mineiro Virginia Resende Silva Weffort. O conselheiro federal do CFM e diretor clínico do hospital curitibano Pequeno Príncipe, Donizetti Giamberardini, vai falar sobre como aumentar a presença do pediatra.

Em seguida, será realizado o painel “O recrudescimento da sífilis”, que terá como expositor o membro da Membro da Câmara Técnica de Pediatria do CFM Gil Simões Batista, que apresentará os dados epidemiológicos nacionais. Os debatedores serão os representantes do Ministério da Saúde, da Sociedade Brasileira de Pediatria e da Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo).

Sidnei Ferreira acredita que o II Fórum de Pediatria será um espaço importante para debater os problemas enfrentados pelos pediatras atualmente e que terá um grande número de participantes, já que todos os conselhos regionais de medicina e as sociedades estaduais de pediatria se comprometeram a enviar representantes. “Teremos uma amostra dos desafios enfrentados pelos colegas por todo o país”, acredita.

*Informações do CFM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *