Revista Bioética, do CFM, passa a ser trimestral

Por em Março 27, 2018

A nova edição da Revista Bioética (volume 26, nº 1, de 2018), está disponível para leitura em sua plataforma online. A publicação, que inaugura nesta edição a sua periodicidade trimestral, traz 15 artigos que abordam diversos temas bioéticos que tocam questões como a capacidade subjetiva do estudante para lidar com situações relacionadas à morte; o cuidado a dependentes de drogas psicoativas em instituições de acolhimento; e reflexões sobre o direito humano à liberdade e a prática abortiva brasileira.

Para ler a íntegra, acesse: http://revistabioetica.cfm.org.br

Também constam no rol de artigos revisões teóricas sobre vulnerabilidade social e existencial; sobre os conflitos éticos e limitações do atendimento médico à mulher vítima de violência de gênero; e ensaios como o problema da justificação moral e sua relação com a ideia de justiça. Além destes, outros artigos abordam: problemas éticos vivenciados por naturólogos na prática assistencial; o perfil do atendimento de vítimas de violência sexual; experiências, necessidades e expectativas dos sujeitos com diabetes; e informação médica e consentimento de pessoas com câncer.

Na área da infância e juventude, a publicação traz o editorial com reflexões sobre o combate à violência contra crianças e adolescentes e artigos com considerações médicas, éticas e jurídicas sobre decisões de fim de vida em pacientes pediátricos; além de reflexões sobre dilemas bioéticos na assistência médica às gestantes adolescentes e sobre o processo de morrer em unidade de terapia intensiva pediátrica.

A Revista Bioética é uma publicação científica idealizada pelo CFM. O editor geral da Revista e 2º Secretário do CFM, conselheiro Sidnei Ferreira, destaca que a publicação, ao longo de sua existência, tem fomentado a reflexão ética, “o que confirma sua missão de promover a reflexão multidisciplinar e plural em bioética e estimula a crítica construtiva sobre as práticas e a educação em saúde”.

O periódico tem tiragem de 10.000 exemplares e é distribuído gratuitamente às escolas médicas, universidades, sociedades de especialidades da área da saúde, conselhos regionais de medicina, bibliotecas, cursos de pós-graduação em bioética bem como para professores cadastrados e seus estudantes nas disciplinas Bioética e Ética Médica ministradas na graduação. Ainda recebem o periódico médicos cadastrados no portal da Revista Bioética. O periódico está disponível eletronicamente também na página do CFM, na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), no SciELO e na Redalyc.

*Informações do CFM

Um comentário

  1. Terezinha Camargo

    18/05/2018 at 11:52

    Gostei muito do conteúdo da revista, gostaria de estar recebendo informações sobre o temas aqui discutido. atenciosamente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *