Parecer: Tratamento ortomolecular para doença DMJ

Por em Abril 9, 2018

O tratamento ortomolecular da doença de Machado-Joseph (DMJ) não é reconhecido pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), só podendo ser realizado em caráter experimental, de acordo com as normas do sistema CEP/Conep.

O entendimento consta no Parecer número 4/2018, publicado pelo CFM.

De acordo com o Conselho, a proposta de terapêutica para a DMJ, uma doença neurodegenerativa, através do uso de substâncias ortomoleculares não apresenta consistência científica.

Leia o documento na íntegra, clicando aqui.

*Informações do CFM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *