CFM faz alerta sobre a privação do direito à saúde

Por em abril 24, 2015

No mês em que se celebra o Dia Mundial da Saúde (07 de abril), os Conselhos Federal e Regionais de Medicina (CFM e CRMs) alertam a sociedade sobre a privação de direitos e reivindicam o direito constitucional à Saúde, devido pelo Estado. Este é o destaque do Jornal Medicina edição nº 243 de 2015, que está disponível para leitura on-line.

Nas páginas centrais, o jornal analisa as perdas que tiram a eficiência da rede pública de saúde. A partir de levantamento, o CFM aponta que a defasagem na tabela SUS afeta a realização de procedimentos hospitalares em redes conveniada e filantrópica. Esta edição traz também a derrota da Portaria nº 1.253/13 do Ministério da Saúde na Câmara dos Deputados que, seguindo entendimento do CFM, aprovou a realização de mamografia bilateral pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Tema de relevância para a comunidade médica e para a sociedade, a assistência psiquiátrica é abordada a partir do Parecer CFM nº 09/2015 – que orienta a internação de pacientes com problemas de drogadição ou doenças mentais, ressaltando que, em comunidades terapêuticas, somente é permitido haver internação voluntária. O Jornal Medicina levantou também perdas que hospitais psiquiátricos sofrem sem verba.

A luta das entidades médicas no Congresso Nacional pela carreira de Estado para médico pelo SUS, a adoção pela Anvisa de orientação para atuação médica em UTI Neonatal e a mobilização dos Conselho de Medicina em defesa de crianças desaparecidas são alguns dos temas ainda trabalhados no Jornal Medicina nº 243. Para ler ou baixar, clique aqui.

(Informações do CFM)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *