Câmara adia votação do projeto dos agentes de saúde para o dia 5 de novembro

Por em outubro 24, 2013

A votação do projeto de lei que cria o piso salarial nacional para os agentes comunitários de saúde e de combate a endemias e disciplina as duas atividades foi adiada para o dia 5 de novembro pelo presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). O adiamento deu-se porque na primeira votação de requerimento do PT para adiar a votação, 212 deputados votaram, número insuficiente para qualquer deliberação de plenário.

Para que fosse concluída a votação do requerimento, eram necessários pelo menos os votos de 257 deputados. Com a falta de quórum para deliberação, Henrique Alves encerrou a sessão e convocou outra para o dia 5 de novembro. Alves prometeu aos agentes de saúde que se a matéria não for votada no dia 5 nenhuma outra proposição será colocada em votação até que a Câmara vote o projeto. A oposição protestou contra a obstrução feita basicamente pelo PT, que foi acompanhado por outros partidos da base governista. (Informações da Agência Brasil)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *