Após repúdio de entidades médicas, Geap demite diretor que insultou médicos

Por em Maio 17, 2018

A Geap Autogestão em Saúde demitiu seu diretor executivo, Roberto Sérgio Fontenele Cândido, após manifestações de repúdio do Cremesp e de outras instituições de saúde. Cândido acusou médicos e hospitais de “roubar os planos de saúde”,  generalizando que haveria superfaturamento nos preços de procedimentos, materiais e medicamentos, órteses e próteses.

Na justificativa de sua demissão, o presidente substituto do Conselho de Administração da Geap, Manoel Messias Boaventura de Novais, afirmou que a postura demonstrada pelo executivo não condiz com a política de governança corporativa da instituição. E que Cândido não apresentou resposta plausível de retratação aos profissionais parceiros do plano de saúde, conforme solicitado pelo Cremesp e demais entidades.

O Cremesp repudia a postura desrespeitosa do executivo, que não reconheceu a hostilidade com que se referiu aos principais parceiros das empresas de planos de saúde, colocando em questionamento a credibilidade de médicos e hospitais, e também sua carreira e a empresa para a qual trabalhava.

*Informações do Cremesp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *