Anvisa seleciona projetos para desenvolvimento científico e tecnológico em vigilância sanitária

Por em agosto 29, 2017

A Anvisa informa que foi publicada a chamada pública pelo CNPq visando selecionar projetos de pesquisas demandados pela Agência.

Esta chamada pública tem por objetivo selecionar propostas para apoio financeiro a projetos que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico em vigilância sanitária.

A publicação está disponível na edição de segunda-feira (21/8) do Diário Oficial da União e prazo para submissão de propostas vai até o dia 5/10.

Podem apresentar propostas pesquisadores que tenham vínculo formal com a instituição de execução do projeto – Instituição Científica, Tecnológica e de Inovação (ICT) cadastrada no Diretório de Instituições do CNPq.

Entende-se por Instituição Científica, Tecnológica e de Inovação (ICT) órgão ou entidade da administração pública direta ou indireta ou pessoa jurídica de direito privado sem fins lucrativos legalmente constituída sob as leis brasileiras, com sede e foro no País, que inclua em sua missão institucional ou em seu objetivo social ou estatutário a pesquisa básica ou aplicada de caráter científico ou tecnológico ou o desenvolvimento de novos produtos, serviços ou processos.

São 15 temas/ linhas de pesquisas nas quais os projetos poderão ser inseridos

  1. Estudo Comparativo da Regulação de Medicamentos e de Dispositivos Médicos adotados nos países integrantes dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).
  1. Adaptação e aplicação da metodologia Modelo de Custo Padrão (Standard Cost Model) para mensuração das cargas administrativas relacionadas à regulamentação editada pela ANVISA.
  1. Estudo de Procedimentos Metodológicos sobre a mensuração de Custos e Benefícios aplicados em Análises de Impacto Regulatório (AIR).
  1. Percepção, entendimento e uso de diferentes modelos de rotulagem nutricional frontal pelos consumidores brasileiros.
  1. Percepção, compreensão e uso da Tabela de Fenilalanina em Alimentos da ANVISA.
  1. Critérios para Realização de Estudo de Estabilidade em Materiais de Uso em Saúde.
  1. Forma farmacêutica suspensão oral: atributos críticos da qualidade, fármaco, fórmula e produção que impactam na biodisponibilidade e qualidade.
  1. Métodos estatísticos para determinação da comparabilidade in vitro de medicamentos inalatórios orais.
  1. Estudos sobre riscos de transmissão de doenças através do sangue, tecidos, células e órgãos.
  1. Estudos para diagnóstico, monitoramento e avaliação de serviços de hemoterapia e bancos de tecidos e células.
  1. Ocorrência de eventos adversos na prestação de serviços de embelezamento, estética e tatuagem.
  1. Perfil sanitário das embarcações mistas que utilizam as hidrovias da Bacia Amazônica.
  1. Revisão de dados técnico-científicos para atualização e inclusão de novas espécies vegetais no registro simplificado de fitoterápicos.
  1. Revisão de dados técnico-científicos para elaboração de lista de indicações terapêuticas para medicamentos dinamizados notificados.
  1. Revisão Bibliográfica de Insumos Farmacêuticos Ativos, pertencentes a RENAME, cuja toxicidade e eficácia são consideravelmente afetadas por alterações polimórficas.

Consulte todas as regras para apresentação das propostas.

*Informações da Anvisa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *