Queda de anonimato: Justiça autoriza doação de sêmen do cunhado para inseminação artificial

Por em junho 7, 2017

Em casos de inseminação artificial, o anonimato do doador deve ser mantido, mas o tema gera controvérsias. Aqui no Brasil, por exemplo, não existe uma legislação específica. Em São Paulo, um pedido inusitado foi negado pelo Conselho Regional de Medicina do Estado e parou na Justiça. Uma mulher pediu autorização para o próprio cunhado ser o doador.

A repórter Letícia Lagoa conta como a Justiça decidiu esse caso.

*Informações do Programa Via Legal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *